Técnico

Análise de mão vs Dona Conceição no BSOP Millions

Image

E aí galera, hoje vou fazer um post mais técnico.

Como vocês sabem eu raramente jogo poker ultimamente, já que nos eventos que tem pelo Brasil e América Latina eu acabo comentando pela TVPokerPro e nos dias da semana fico muito atarefado com a rotina do QG Akkari Team, CTSuperPoker e gravações na Band. Foi uma escolha que eu tive que fazer para ir trabalhar do lado da Indústria do Poker, já que a carreira de jogador profissional acaba tomando muito tempo e precisa de muito comprometimento. 

Mas de vez em quando eu jogo algo para matar as saudades, principalmente quando o torneio é muito importante, e esse foi o caso do BSOP Millions. Me classifiquei por satélite online (o vídeo do satélite comentado inclusive está lá no CTSuperPoker) e consegui um esquema para o Ivan BanMartins me cobrir enquanto eu estivesse jogando e fui pro pano! Felizmente acabou compensando e cheguei na premiação e deu pra levar uns trocos pra casa.

Minha mesa tinha alguns grandes jogadores, como o PiuLimeira, o Daniel Rodrigues (que não é muito conhecido mas joga bastante eventos Live como LAPTs e chega muito longe normalmente, o João Mathias, depois chegou meu grande amigo e craque Vini Marques. Mas o destaque da mesa sem dúvida era a Dona Conceição, uma senhora lá do Ceará, que ficou famosa por um tempo atrás passar um blefe gigante em cima do Goffi e mostrar, ganhando o apelido de Isildur 2.

A Dona Conceição obviamente não tem o lado técnico muito apurado, mas ela é muito inteligente e esperta, quem acha que é só uma tiazona que não sabe o que está fazendo vai cair da cadeira, e aparentemente ela leva bastante coisa pro pessoal na mesa. Essa era a leitura que eu tinha dela.

Então vamos para a mão:

Os Blinds são 150/300 ante de 50 e ela tem mais ou menos 60k fichas (lembrando que o stack inicial era de 25k) e está no UTG+1

Eu tenho 45k mais ou menos e estou no MP2.

Ela faz um raise pra umas 700 fichas e eu tenho 86cc (legenda dos naipes, c=clubs, paus; s=spades, espadas; h=hearts, copas; d= diamonds, ouros.

Nesse momento com meu stack a jogada padrão seria só pagar, mas só pagar tão deep assim (tenho uns 150bbs) vai possibilitar que outros jogadores entrem no pot e ai em um pot com mais de uma pessoa eu vou ter que jogar de maneira mais honesta minha mão e não vou poder usar todas as ferramentas que o jogo deep proporciona. 

Por isso resolvi 3betar para aumentar a chance de jogar sozinho contra a Dona Conceição.

A 3bet me dá alguns benefícios nessa situação

1- Com esse stack ela não vai foldar nada do que ela tem preflop, e isso coloca ela numa posição de passividade, pagando pra tentar acertar o flop mesmo com mãos melhores que a minha como AJ, KQ, 77, e isso é excelente pra mim

2- Eu inflo um pot pra ele poder ficar grande quando eu quiser, mas por eu ter a iniciativa eu posso controlar e ver free cards quando me for conveniente

3- Eu deixo ela um pouco queimada pq 3betei e aumento a chance dela resolver me dar hero call ou fazer algum move (e aí posso trabalhar as apostas específicas para incitar essas coisas)

Por isso tudo achei que 3betar era a melhor opção e fiz tudo 2mil fichas.

O resto da mesa folda e ela nem pensa e dá call. O Pot agora tem umas 4800 fichas e eu tenho 43k pra trás

O Flop é T72r com uma carta de paus 

Ela mesa e nesse momento eu escolho mesar pq apesar de eu acertar uma broca, eu nesse board pretendo blefar uma vez só (já que eu até posso fazer uns Ace High da vida foldarem no turn, mas aí vou acabar tomando call do Tx e dos pares médios no turn também), e se eu aposto no flop é capaz de ela me pagar com Ace High em um misto de call pra tentar acertar e call torcendo pro Ace High ser bom, já no turn a frequencia desses calls diminui. Além disso eu tenho cartas que podem me ajudar e me dão muita equidade, como o 4, uma carta de paus que me abre um flush draw e posso tirar ela da mão no turn até com um raise se ela aposta em uma dessas cartas.

Além disso se eu meso e bate um 8 ou 6 provavelmente minha mão é boa e aí posso extrair valor com uma aposta no turn, já se eu aposto, ela paga e bate o 8 ou 6 não vou ter como saber se o 8 ou 6 é bom pra mim. 

Por isso tudo decide mesar.

Aí o turn vem um 4 que não abre flush draw nenhum, board T724r e eu tenho 86, logo tenho 2 pontas pra sequencia.

Ela mesa bem rápido e agora eu decido apostar, pq é mais dificil ela me dar call com Ace High e mesmo se ela me der, como ela não apostou turn ela não deve ter um par forte, então ainda posso tentar blefar ela no river se eu não acertar (percebam como a combinação de dois checks dela, um no flop e outro no turn faz com que ela não tenha uma mão forte e aí meu blefe fica mais preciso , desse jeito nunca vou apostar e encontrar um Tx aí no turn)

Aí eu aposto umas 2500 fichas e tomo insta call.

Aqui a mão fica interessante, o range que eu coloco ela para dar dois checks e me dar insta call no turn aí tem Pocket Pairs menores que o T (33, 55, 66, 88, 99) Straight Draws (98, 86, 65, J9), alguns Ace High fortes (AK, AQ e AJ) e pares médios (A7s, 97s, 87s, 76s). Então não é um range muito forte.

Aí bate o river , um 2 que não completa nada. Board T7242 E ela dá insta check.

Nesse momento o pot tem quase 10k fichas e eu preciso blefar para ganhar a mão. 

Tenho que pensar agora quais mãos ela pode foldar e qual o menor valor que eu devo fazer para fazer essas mãos foldarem, assim faço meu blefe ser mais eficiente, já que invisto menos para ganhar os mesmos 10k que tem no pot.

De cara sei que ela vai foldar os Ace High (AK, AQ e AJ), os straight draws (98, 86, 65, J9) e to na dúvida se ela folda 33, 55, 66. Os pares médios (7x) sei que ela não folda. 

Separo umas 3500 fichas que acho que é suficiente pra fazer ela foldar tudo que não é par e talvez o 33, 55 e 66, pensando que esse é o blefe mais eficiente. Aí alguns segundos antes de eu apostar ela fala “O que você apostar eu vou pagar”. Nesse momento eu descarto todos os airs do range dela já que ela nunca falaria isso com uma mão muito fraca, agora sobram os pares fracos e pares médios e me dá uma vontade de apostar tipo 15k fichas, mais de 150% do pot hehehe.

Aí penso um pouco, imagino a ownada que ia levar se tomo call desses pares fracos num bet de 15k fichas, lembro que ela tem muita ficha e mesmo esses 15k não vão comprometer muito o torneio dela, mas podem machucar bastante meu stack e acabo desistindo do blefe. Dou check e ela apresenta 55.

E digo uma coisa, pela postura dela acho que ela pagaria a aposta de 15k. 

Felizmente pra mim a falinha dela me salvou de perder umas 3500 fichas. Mas com certeza faria ela perder mais fichas se eu tivesse uma mão de valor. Já que aí eu ao invés de apostar tipo 5k por valor, apostaria uns 12k (e no meu range do jeito que foi jogada a mão eu poderia ter Tx, 99, 88 e pode ter certeza que eu apostaria essas mãos no river já que não coloco ela em nenhuma mão melhor que a minha praticamente.

Então ficam aí algumas lições dessa mão, é bom isolar jogadores mais fracos que você quando se está muito deep com mãos especulativas em posição, especule sempre sobre todas as possibilidades da mão e evite as falinhas pq elas dão muita informação para um adversário que pensa.

 

É isso aí, espero que vcs tenham gostado da análise e qualquer dúvida mande aí nos comentários que eu respondo.

Advertisements