Análise de Mão

AA no BSOP Millions (Parte 2)

Image

 

E aí galera, legal que vocês gostaram do post de ontem. Muitos comentários bacanas!

 

Muita gente perguntou se não seria melhor o check turn. Prestem atenção, se eu der check turn eu perco a mesma quantidade de fichas contra as mãos que me vencem, mas extraio menos das que me pagam (lembrem que o oponente é um tiozão que não vai foldar um top pair por exemplo no river). Por isso o check turn é uma jogada ruim nessa situação específica (o que não significa que eu nunca vá controlar o pot, mas nesse caso acho melhor seguir apostando)

 

Terminei o post com uma pergunta, o que fazer no river caso oponente dê check??

Eu escolhi terminar o post assim pq isso mostra algo que nós profissionais fazemos demais, especulamos na mão quais jogadas fazer caso a ação fosse outra, pra desenvolver melhor o raciocínio e ver se nossas linhas fazem sentido. E o melhor, não custa nada mudar a ação da mão, é um excelente exercício teórico.

De todas as respostas que postaram nos comentários, a que eu mais gostei foi do Vinicius Coelho, que passou pelo nosso curso mensal do QG Akkari Team recentemente. A resposta dele foi essa:

” Na minha opinião, caso o (tiozão) desse check no river, eu mandaria o 3nd Barrel.
Betaria uns 14~15k nesse pot,
Porque acredito que o range que o vilão deu call no flop / seguiu ou completou flush no turn, nunca daria check no river fora de posição, correndo o risco do check behind e deixar de extrair fichas, e pela descrição feita do (tiozão), fica claro q não é o tipo de jogador criativo suficiente pra pensar: “o Bueno tem coragem de mandar o 3nd barrel se eu der check no river” – para ele te promover uma volta extraindo o máximo dos overpairs com essas mãos.
Por esta mesma falta de criatividade que quando ele sai leaderando no river, vc está perdendo na maioria das vezes e tem que largar os overpairs.”

A maioria das pessoas respondeu que daria check.

Aí eu pergunto, quando o tiozão dá check turn, nós apostamos e ele dá check river, nós estamos perdendo para o quê?

O tiozão tem que ser muito frio pra dar 1 check-call e um check no river com o flush. A maioria das pessoas vai ficar com medo que eu dê check behind já que o board é esquisito e vai ou dar check-raise ou check/call e lead river com o flush por medo que eu dê check behind e ele não ganhe mais nenhuma ficha.

Então é MUITO DIFICIL ele ter um flush quando a ação chega em check no river pra mim. No entanto isso não significa que eu esteja ganhando de tudo que dê check no river. Ele pode ter um J9, 89, 99, QT que ficou com medo do flush e não quis dar raise turn e não tá querendo jogar um pot muito grande, mas continua podendo ter AJ, KJ, QJ, TJ, TT, T9 e os eventuais overpairs (KK, QQ) que podem muito bem pagar uma aposta no river, afinal o tiozão tá cheio de ficha e não saiu da casa dele pra foldar top pair.

Então a minha jogada aí no river seria um bet, mas um bet do tamanho que essas mãos pagariam, pq se eu beto muito forte, eu espanto top pair com kicker fraco, middle pair, coisa assim e só tomo call dos J9 da vida que ganham de mim. Então no pot com 31k fichas eu apostaria por valor umas 7k, pra não dar chance dele foldar essas mãos.

Aqui muita gente respondeu a mão com a mentalidade errada, dizendo que “o pot já tá grande, fico contente dando check behind e mostrando minha mão” E no poker não tem essa de pot grande, pot pequeno. O objetivo é acumular fichas, o torneio tá longe de acabar, to dia 1 ainda. Então eu tenho que ganhar o máximo de fichas que conseguir, e nessa situação, com a leitura que ele nunca tem flush aí, tem mais mãos piores que a minha que me pagam do que mãos que ganham de mim a jogada correta seria apostar para tomar mais algumas fichas dele. E aí foi o único erro da resposta do Vinicius, a aposta dele foi muito grande. Mas a mentalidade, que é o mais importante foi correta.

Parabéns aí pela resposta Vinicius, vamo que vamo e continue estudando muito o jogo.

 

Abração Galera

Análise de mão do BSOP Millions

Image

 

E aí pessoal, to de volta.

Operei a vista segunda e era pra eu estar bem terça já. Mas pelo jeito minha vista era sensível a um conservante dos colírios lá e isso acabou dando uma espécie de alergia nas minhas córneas e embaçou tudo por mais alguns dias. Aí hoje retornei no oftalmo e ele já me liberou para eu voltar a vida normal. Só não posso por 1 mês praticar nenhum esporte que tenha risco de contato nos olhos, entrar na piscina, etc. Enfim, tomar cuidado com os olhos no geral.

Única coisa é que minha vista não vai ficar 100% tão rápida pq alguma vez (provavelmente um óculos que fiz em Barcelona) alguém me receitou um óculos mais forte do que eu precisava, e isso dá uma espécie de miopia artificial extra, que não dá pra corrigir com cirurgia mas sai com o tempo. Mas a diferença já é bem grande, já consigo dirigir sem óculos, enxergar longe e tudo mais, só não tá em FULL HD ainda, mas daqui a pouco fica.

Mas enfim, por causa disso não consegui postar por esses dias e como fiquei em casa acabou que não rolou muita coisa.

Aí hoje vou postar mais uma análise de mão (a idéia é fazer 1x por semana) e eu tenho ainda algumas mãos interessantes do BSOP MIllions que joguei ano passado.

A mão aconteceu no dia 1, chegando no fim do dia. Eu estava muito bem na mesa em que comecei o torneio, já tinha eliminado o PiuLimeira de TT vs 88 aipf onde ele deu resteal em cima do Vini Marques e eu acordei de TT no big blind e tinha leitura de todo mundo. Aí me mudaram pra uma mesa nova em que eu não conhecia muita gente. 

A configuração da mesa era a seguinte, umas 3 posições pra minha esquerda tinha um jogador do Steal Team bem agressivo, umas 3 pra minha direito um menino novo que eu não conheço mas também bem ativo preflop e entre eles tinha uma fileira de tiozoes.

Eu comecei meio mal na mesa, tive que foldar pra uma volta preflop quando fui roubar blinds, teve uma mão que subi de KQ, tomei dois calls, um deles do menino do Steal e fui de bet/fold contra ele no flop QTxr. Enfim, eu devia ter umas 45k fichas no blind 300/600 ante de 100 nessa mão.

Ai a mão é a seguinte, um dos tiozões mais fracos limpa (o cara jogava todas as mãos praticamente, dando call ou limpando pf e estava com um stack gigante) e a ação chega pra mim com AhAd no CO.

Nesse momento é óbvio que eu tenho que dar raise, a pergunta é para quanto. O principal erro que eu vejo nessas situações é o pessoal fazer raise muito baixo. O Tiozão não saiu da casa dele, pra conseguir um stack daquele, dar limp e foldar sem nem ver um flop, então eu tenho que dar um raise grande para:

-Extrair o máximo possível enquanto ele vai pagar com 100% de certeza

-Aumentar o tamanho do pot e as apostas que eu fizer pós-flop serem grandes em quantidade de fichas

-Caso o oponente pague e erre o flop, eu já extraí tudo que dava pra extrair da mão

 

Então nos blinds 300/600 resolvi fazer tudo 3k fichas.

O tiozão paga insta e vamos pro flop:

Jh8h2c, ou seja J82 com um flush draw de copas. Pot tem 7800 fichas.

Ele check e eu tenho que decidir quanto aposto, a mesma lógica do preflop se aplica e eu mando 5k fichas, e ele insta call.

Aqui é importante eu começar a colocar ele em um range, acho que ele me paga assim com Jx, 8x, KK, QQ, TT, 99, 77, 66, 55, 44, 33, straight draws (brocas e o T9) e flush draws. Se ele tivesse um jogo muito forte como uma trinca acho que pensaria um pouco mais pelo board ter um flush draw e tiozao morre de medo de flush draw.

O turn vem muito ruim pra mim, um 9h. O pot tem 17800 fichas e eu tenho umas 36k pra trás + ou –
Board Jh8h2c9h

O tiozao dá check e aqui é onde muita gente comete um erro básico do poker. Dar mesa.

O cara vê essa carta que de fato foi muito ruim pra gente, pq agora perdemos para flushes (mesmo tendo o Ah), J9, 89, 99, QT, T7 e pensa que como a carta foi ruim, devemos mesar. O problema é que mesmo se mesarmos e vir um 3 preto no river que mantem o board igual e o tiozão sair apostando river vamos ter que pagar e vamos nos ferrar contra essas mãos do mesmo jeito. A mentalidade certa é aceitar que já nos ferramos contra essas mãos e tentar tirar o máximo de valor de mãos como Jx, overpairs, par+draws que estamos na frente e um tiozão não vai largar. (e isso eu faria independente de ter o A de copas na minha mão). Ou seja, contra o que estou perdendo aceito perder mais uma street de valor, e compenso isso extraindo mais de outras mãos que estou ganhando.

Por isso fui para a aposta, mas indo pro bet/fold, ou seja, aposta querendo tomar call, mas caso tome uma volta sei que minha mão não é boa e foldo (a não ser que seja um miniraise que me de odds muito bons pra ir atrás do flush ou de alguma dobra que me salve). 

Já que o bet/call se o raise for miniraise é uma opção boa até, resolvi fazer uma bet não  tão forte para poder pagar um minicheck raise sem comprometer muito meu stack. Esse é outro ponto interessante, como eu resolvi apostar, eu que escolho qual o tamanho de aposta que eu vou perder pras mãos que estão na minha frente. E aí no pot com 17800 fichas resolvi betar 7k fichas + ou – . O tiozao pensa um pouco e paga.

River 4c que não muda nada.

Board Jh8h2c9h4c e temos 31800 fichas no pot e eu tenho mais ou menos isso pra trás.

Ai o tiozão sai atirando 15k fichas e eu nem tenho uma decisão pra fazer.

A decisão foi feita no turn já, onde eu sabia que minha jogada era um bet/fold. Esse call e lead river do tiozão nada mais é que uma versão de um check/raise e pela minha leitura uma jogada que ele só faz com mãos que estão na minha frente. 

Aí eu penso uns 30 segundos (mais pra rever a mão, um pouco queimado pela maré ruim que estava) e foldo o AA.

 

Agora deixo pra vocês aqui uma pergunta. O que vocês fariam caso o tiozão desse check no river? Vocês mesariam atrás ou apostariam, se apostariam, qual seria o tamanho da aposta e porque?

É isso aí galera, espero que vocês gostem dessa análise e amanhã estamos aí de volta.