Mão da queda do LAPT

Image

 

E aí galera, foi bem legal o LAPT, nosso André Cuco terminou em 6o, não runnou bem na mesa final, se envolveu em 4 flips e perdeu 3. Mas fiquei muito orgulhoso do jogo dele. Muito criativo, fazendo jogadas fora da caixa, com certeza tem um futuro brilhante pela frente. No dia 3 acompanhei a mesa dele o tempo todo e depois discutimos as mãos que ele jogou, acho que só em 1 ou 2 eu teria jogado de maneira diferente e mesmo assim nas 2 a linha dele teve méritos.

Mostrou personalidade demais no torneio, em Vegas agora vai arrebentar com toda certeza.

Mas vou falar agora da mão que me eliminou.

Era dia 2 do LAPT e estávamos a uns 18 da bolha. 
Eu comecei a mão com 110 mil fichas + ou – no blind 1.5/3k ante 400. Minha mesa tinha começado o dia tranquila, com só o Breda mais agressivo mas na minha direita e alguns jogadores previsiveis, mas o pessoal foi caindo e foram chegando alguns regulares. 

A mão começa com o Fábio Colonese, regular de live abrindo do HJ pra 6.5k, o Breda que é bem agressivo paga no BTN, o Max Dutra paga no SB e a ação chega pra mim no BB e eu tenho T6 de espadas.

Aqui o pot tem já 25.700 fichas e eu preciso colocar mais 3.500 pra ver um flop. Meu odds são excelentes, e eu preciso ganhar a mão 11% das vezes só. Além disso o Colonese por jogar contra 3 tende a jogar a mão dele de maneira honesta, então eu não vou perder nada quando acertar top pair e ele apostar flop por exemplo. É uma situação muito boa e minha mão apesar de não ser das mais fortes tem algum potencial.

Aí eu pago e o flop bate T66 com um flush draw de couves. Sonho né?

O Max Dutra check, e eu resolvo checkar. Se fosse 3way eu sairia apostando pra ficar com o controle da mão, mas 4way isso mostraria força demais e eu sei que vou ter que tirar leite de pedra pra conseguir o maior valor possível sem demonstrar tanta força.

Aí o Colonese check e o Breda mesa também.

O Turn bate uma Q de espadas e o pot tem 29200

Max Dutra check, eu check denovo (minha intenção aqui é deixar um KQ, AQ do Colonese ou um Q do Breda apostar e ir pro checkraise pq a única chance que eu tenho de ganhar mta ficha nessa mão é se um dos dois não acreditar que eu tenho o 6, e dando dois checks pode ser o melhor caminho, mesmo tendo que dar o checkraise depois.) Além disso ainda tem a chance do Colonese apostar e ou Breda ou Max pagarem, e aí ganho bem mais fichas já que num pot desse tamanho a aposta e o call vão ser grandes.

Aí o Colonese aposta 12k fichas, o Breda paga bem rápido , Max folda e eu resolvo dar um checkraise pra 27.5k

Escolhi esse valor pra dar chance de um flush draw vir junto e se atolar no river caso acerte e pra não espantar um top pair de um dos dois.

Aí o Colonese pensa um pouco e paga e o Breda insta folda.

River K que não completa o flush

Pot tem 96200 fichas e eu tenho 71000 pra trás

Resolvo betar 37k pq acho que as mãos que estou ganhando não aguentam o all in de 71k, mas podem me pagar 37k e tomo insta all in do Colonese.
Esse all in foi horrível pra mim, na hora já dá aquela dor no estômago e sensação de nojo do baralho cruel, mas precisava pensar. Tinha que pagar 34k num pot de 204k fichas. Ou seja, precisava ganhar a mão 14% das vezes pro call ser lucrativo.

No entanto precisava pensar com que mãos piores o Colonese daria esse raise sabendo que eu estou commitado demais no pot e mostrei muita força, não faz sentido ter blefe aí, então só podem ter mãos de valor.

De cara sei que estou perdendo pra TT que ele pode não betar flop e QQ e KK que é mais dificil ele não betar flop pq tem flush draw mas pode acontecer de ele ter ficado com medo da dobra do 6 e ter preferido controlar o pot desde o flop. E tem a chance pequena dele dar raise com AJ de couves e J9 de couves que ele não quis apostar flop no draw e acabou seguindo no river achando que tá matando meu 56, 67, 68 ou qualquer 6 que eu tenha aí.

No entanto são só 2 combinações de mãos que eu to ganhando se tudo der certo e tem 7 que eu estou perdendo que são os fulls maiores que são mais prováveis.

Aí pensei tudo isso, já sabendo que a mão era nojenta e resolvi dar call, mais pra não ficar com 10 blinds só do que pq eu estava confiante na minha mão. E vendo de maneira clara é um fold bem tranquilo, o full é um full mas em relação as mãos que o Colonese pode ter não tem valor quase nenhum.

No calor do momento não consegui foldar e fiquei muito , mas muito puto comigo mesmo depois, pq analisando dessa maneira é um fold bem tranquilo e mesmo que 10bbs sejam pouca coisa, ainda são mais que 0 bbs.

Mas pelo menos eu aprendi a lição, e qualquer lição que vc aprende sempre sai barato.

 

Aí ele tinha mesmo KK e foi fim de torneio pra mim.

 

De qualquer forma foi uma experiência bem bacana jogar o LAPT, mais um torneio live que eu vou longe. No Millions cheguei ITM e trombei com o Padilha e me dei mal, agora foi quase ITM caindo numa mão nojenta assim e em nenhum dos torneios eu consegui ganhar pots gigantes , dar cooler em ninguém, foi tudo na base dos pots médios e dos roubos de vez em quando. Então to bem feliz com meu jogo e principalmente com a paciência pra não entrar em algumas roubadas.

Agora é focar pra Vegas que dia 15 jogo meu primeiro evento de WSOP. Vamo que vamo!

 

Gostaria também de deixar os Parabéns pro merecido campeão Caio Hey, cara dez, gente boa demais e excelente jogador que merece muito esse sucesso todo!

 

Advertisements

8 comments

  1. Sensacional sua linha de raciocínio Bueno!!! Uma pena você não ter ido mais longe… Eu também faço uma análise das mãos no torneio e vejo que 99% das mãos foram jogadas de maneira “correta” (sou humilde em saber que tenho q melhorar muito mais…) Mas é interessante ver que até um jogador como você não consegue largar algo “claramente” foldável… Eu tenho que melhorar muuuuuuito mais nisso!!!

    Pensando que o Fábio é um regular, ele não vai te blefar num board daquele sem estar com par de T, Q ou K…

    De qq maneira, não deixa de ser um Cooler!!! GG e boa sorte em Vegas!!!

  2. Fala Bueno, tudo bem?

    Li seu comentário sobre a eliminação do LAPT, fiquei triste pela eliminação, mas achei muito bacana a jogada e sua linha de raciocínio sobretudo quanto ao range pq gosto muito de suas analises de range…

    Porem, estou escrevendo na verdade pq o jeito que vc jogou essa mão me lembrou muito a mão que vc foldou no sunday million (vc jogou no curso do qg de maio), que pelo seu raciocinio o cara tinha AQ e acabou fatiado num campeonato que vc estava muito bem. Por isso acho que o problema nestes casos não era o fold ou não fold e sim o buraco que vc se meteu. Depois de estar tao comprometido com o pote e de ter certeza que ao foldar estaria bem fatiado, acho que foldar ou não era o de menos, o pior foi chegar onde chegou por não ter botado a pressao como poderia.

    Para mim tanto lá quanto aqui vc controlou muito o pote, ficou com muita cautela e deu carta grátis pra muita gente e acabou em ambos os casos sendo machucado pelo baralho e pelos oponentes que foram all in em ambas as mãos te deixando numa pressão terrível…

    Na minha humilde opinião vc poderia ter sido mais agressivo em ambos os casos e teria se saído mais feliz. Contra três adversários e com a textura do flop vc abrindo te colocariam no range de over pair ou trinca, mas mesmo assim a tendência é que vc fosse pago por muitas mãos como todos os over pairs mesmo. Se não abrisse no flop, algo natural, poderia abrir no turn e se recebesse um raise vc voltava com tudo, enfim, contra um ou dois adversários ok, mas contra 3 ou mais acredito que em ambos os casos a passividade foi um erro que te custou caro.

    Minha analise é de um amador que te admira muito com todo respeito do mundo ok….
    Um abraço do seu aluno,
    Bruno Macedo

    Obs. Na mao do sunday million achei que era “KK” a mao do cara. Ele não estourou pre-flop pq neguinho ja tinha 3betado e ele preferiu garantir que nao teria A no flop e com os 2 AA ele foi passivo. Como todos foram jogando a mao com cautela dando call ou bet pequenos geral ganhou carta grátis e eis que aparece o K no river que para mim foi o full de AK que te arrebentou e por isso o cara foi all in. Se tivesse AQ ele teria agredido no flop pq era o último a falar.

    1. Fala Bruno, bem legal seu comentário.
      Pelo que me lembro a mão do SM o BTN abriu, eu 3betei no SB e o BB deu call certo?

      Aí eu tinha AT e o flop foi AAx certo?

      Aquela mão tem um conceito muito importante de que pra eu conseguir ganhar valor eu tenho que esconder minha mão muito bem, e esconder a minha mão naquela situação vale mais do que o que eu perco deixando o pessoal acertar 2 outs.
      Não faz sentido fazer bet pra se proteger se quando vc faz isso vc só vai tomar call de mãos melhores.
      É bem parecido com a mão do T6, 4way eu não tenho como ganhar mto valor já que qualquer jogada muito agressiva demonstra mta força já que ninguém blefa 4way, então pra isso eu tive que demonstar mta fraqueza e criar uma situação no turn onde um apostasse e outro pagasse, isso engordou o pot pra aí sim eu dar meu check/raise e tirar mto valor
      num pot no blind 3k eu consegui colocar 68k fichas no turn usando essa linha.
      Isso que é o importante e tem que ser nosso foco, se for pra ficar com medo de dar freecard pro cara que tem 2 outs, aí não dá pra jogar poker.

      Abração Bruno!

      1. Fala Bueno,

        No SM a jogada foi essa, dramática inclusive….Tranquila sua estratégia e linha de raciocínio em ambos os casos ok, isso não se discute.

        Levantei a bola pq achei sua estratégia parecida nos dois torneios, em mãos importantes e decisivas, e queria ouvir sua opinião de toda jogada para saber se vc estava variando o jogo ou não e qual foi a estratégia em si em cada street… Não acompanhei o torneio e não sabia se a mesa estava agressiva ou não, qual era sua postura nas últimas mãos, enfim, fatores exógenos a jogada que poderiam ter baseado sua decisão nesta mão.

        Bueno, pode ter certeza que meu pensamento não é esse de medo de freecard, apenas fico buscando um tradeoff entre risco x retorno da jogada e pergunto muito pra tentar entender qual era sua linha de raciocínio e se o risco valeria a pena em relação ao retorno de longo prazo na visão dos profissionais.

        Sobretudo o check no turn, o que mais me questionei sobre a estratégia. Vc deu um check x raise perfeito, mas deu a oportunidade da mesa rodar em check de novo. Queria saber se o risco em si de tentar um check x raise valeria a pena mais do que bettar meio pote. Como apostaram e deu certo tudo ficou bonito na foto, mas não seria normal rodar em check e vc se arriscar mais e não engordar o pote?

        Enfim, a idéia era saber sua opinião pq foram jogadas complicadas e vi que vc bateu muito na decisão final de pagar ou foldar, na análise do range, e não na estratégia usada durante toda mão…

        Obrigado pelo retorno! Sucesso em Vegas!

        Grande abraço mestre,

        Bruno

      2. Bueno, só mais um detalhe…
        Em relação ao call, achei perfeita sua jogada. Como vc falou, odds gigantes fazendo com que vc só tenha que ganhar em 14% das vezes para ser mais lucrativo a longo prazo.
        Vc tinha valor na mão com seu full house e pelo menos uma a cada três all ins vc estaria na frente, no mínimo. Poderia ser air total ou vários 2 pares altos como KQ, AK, QT, KT, ou médios como K8, K9, enfim, em pelo menos 30% das vezes vc estaria na frente…

        Fora que, como falou inicialmente, vc fez o slow play pq as chances de um adversário conseguir uma carta para ter mais valor que vc na mao era 8% no turn e 4% no river (2outs). Logo, ao dar call vc acredita que as chances de estar na frente são muito maiores de 14%. Nessa linha de raciocínio colocaria 50% de chance de estar na frente enfrentando 2 pares ou nada. Excelente o call !!!

        Abraçao

        Bruno

    2. Bruno, nem sempre jogar a mão de forma agressiva vai ser a forma mais lucrativa. Esta mão do Bueno não há muito porque da bet flop, ele demonstra muita força sai liderando um pote com 4 jogadores, talvez ele não faça o KK foldar no flop, mas dependendo do size no turn ele faça o KK foldar.
      Se for jogar poker com medo de tomar 2 outs, melhor não jogar poker, o bueno tentou jogar da forma mais lucrativa e até o turn foi a forma mais lucrativa, até tomar 2 outs no river, mas enfim, segue o game.

      1. Marcelo,
        Ok seu comentário. O que queria era uma comparação das jogadas e uma análise da estratégia usada pelo Bueno nas mãos citadas em cada street e não apenas no final, se foldava ou não. Escrevi acima…..
        Um abraço,
        Bruno

  3. Eu não largaria esse full house no flop nem na bolha do WSOP! Pra mim, a foi jogada perfeita, o baralho que castigou mesmo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s