Como é montar um conteúdo de Poker

Image

E aí pessoal, esse fim de semana foi mais um com muito trabalho. Aplicamos lá no QG mais uma edição do Curso Mensal. Sempre é muito legal conhecer a galera que tá na pegada de aprender, se profissionalizar, e conhecer muita gente que comenta aqui no blog, interage com a gente nas transmissões e tudo mais.

Das partes mais legais de ter mudado de lado e começado a trabalhar com ensino no Poker é poder conhecer mais gente, as vezes jogar poker é muito solitário pq vc fica um tempão em casa jogando online e o contato que vc tem com as pessoas é por skype, fóruns e redes sociais. Já estar no QG e poder trocar uma idéia com todo mundo é muito bacana e uma das partes que mais gosto da minha profissão.

Além disso nesse fim de semana saiu nas Bancas a Edição da Revista VIP com uma matéria de 4 páginas sobre o QG! A matéria ficou sensacional , mto legal ver nosso trabalho sendo recompensado e chegando em mais gente através de uma revista de porte nacional.

Mas enfim, vamos ao assunto de hoje, como funciona o processo para montar algum conteúdo de Poker.

Quem me conhece sabe que hoje eu não dou mais coach individual. Apenas ensino Poker pro pessoal do Time Micro, pros alunos do Curso Mensal, Curso Semestral do QG e através do CT SuperPoker, com os vídeos e aulas ao vivo.

Mas abri uma exceção aqui e vou dar coach prum parceiro nosso de fora do Poker. O cara é amador, tem outra profissão e gosta muito de jogar, joga toda semana um home game fechado e pretende evoluir no jogo.

Então estou aqui preparando o material para a primeira aula que vou dar para ele amanhã e é um desafio bem interessante.

Como o conteúdo é específico para esse aluno, o ideal é que eu primeiro entenda quem ele é, quais são suas características e sua pretensão no jogo. No caso dele a pretensão é simplesmente se tornar um jogador melhor, mas não a ponto de querer se tornar um grinder online, então eu tenho que me preocupar com vocabulário e linguagem que eu vou usar, tenho que mapear os erros e deficiências mais importantes que jogadores desse nível têm para abordar coisas que vão de fato fazer diferença no jogo dele, já que meu tempo com ele é escasso.

Além disso é importante que o que eu for ensinar seja aplicável ao tipo de jogo que ele joga, pro ensino fazer mais diferença onde é o interesse do aluno.

Portanto faz mais sentido falar de coisas mais abrangentes nesse começo, como valor/blefe, seleção de mãos, como jogar diferentes stacks e diferentes fases de torneio do que falar de coisas mais específicas como bet sizes, ranges muito avançados, semiblefes, coisas assim.

Aí por fim vem a hora de colocar tudo isso no papel.

O ideal é que seja tudo muito sucinto e claro, já que o papel de explicar os conceitos é meu, e aí eu vou desenrolar isso falando, não dando algo para o meu aluno ler. Então é bom separar por tópicos os assuntos, resumir os conceitos em poucas palavras e deixar tudo bem organizado, com espaço para anotações do aluno para que quando ele for reler a apresentação ele possa lembrar de tudo que eu falei, ver suas anotações e tudo mais.

Então é isso aí, agora bora continuar a trabalhar que a apresentação ainda não tá pronta!

Grande abraço!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s