Análise de mão vs Dona Conceição no BSOP Millions

Image

E aí galera, hoje vou fazer um post mais técnico.

Como vocês sabem eu raramente jogo poker ultimamente, já que nos eventos que tem pelo Brasil e América Latina eu acabo comentando pela TVPokerPro e nos dias da semana fico muito atarefado com a rotina do QG Akkari Team, CTSuperPoker e gravações na Band. Foi uma escolha que eu tive que fazer para ir trabalhar do lado da Indústria do Poker, já que a carreira de jogador profissional acaba tomando muito tempo e precisa de muito comprometimento. 

Mas de vez em quando eu jogo algo para matar as saudades, principalmente quando o torneio é muito importante, e esse foi o caso do BSOP Millions. Me classifiquei por satélite online (o vídeo do satélite comentado inclusive está lá no CTSuperPoker) e consegui um esquema para o Ivan BanMartins me cobrir enquanto eu estivesse jogando e fui pro pano! Felizmente acabou compensando e cheguei na premiação e deu pra levar uns trocos pra casa.

Minha mesa tinha alguns grandes jogadores, como o PiuLimeira, o Daniel Rodrigues (que não é muito conhecido mas joga bastante eventos Live como LAPTs e chega muito longe normalmente, o João Mathias, depois chegou meu grande amigo e craque Vini Marques. Mas o destaque da mesa sem dúvida era a Dona Conceição, uma senhora lá do Ceará, que ficou famosa por um tempo atrás passar um blefe gigante em cima do Goffi e mostrar, ganhando o apelido de Isildur 2.

A Dona Conceição obviamente não tem o lado técnico muito apurado, mas ela é muito inteligente e esperta, quem acha que é só uma tiazona que não sabe o que está fazendo vai cair da cadeira, e aparentemente ela leva bastante coisa pro pessoal na mesa. Essa era a leitura que eu tinha dela.

Então vamos para a mão:

Os Blinds são 150/300 ante de 50 e ela tem mais ou menos 60k fichas (lembrando que o stack inicial era de 25k) e está no UTG+1

Eu tenho 45k mais ou menos e estou no MP2.

Ela faz um raise pra umas 700 fichas e eu tenho 86cc (legenda dos naipes, c=clubs, paus; s=spades, espadas; h=hearts, copas; d= diamonds, ouros.

Nesse momento com meu stack a jogada padrão seria só pagar, mas só pagar tão deep assim (tenho uns 150bbs) vai possibilitar que outros jogadores entrem no pot e ai em um pot com mais de uma pessoa eu vou ter que jogar de maneira mais honesta minha mão e não vou poder usar todas as ferramentas que o jogo deep proporciona. 

Por isso resolvi 3betar para aumentar a chance de jogar sozinho contra a Dona Conceição.

A 3bet me dá alguns benefícios nessa situação

1- Com esse stack ela não vai foldar nada do que ela tem preflop, e isso coloca ela numa posição de passividade, pagando pra tentar acertar o flop mesmo com mãos melhores que a minha como AJ, KQ, 77, e isso é excelente pra mim

2- Eu inflo um pot pra ele poder ficar grande quando eu quiser, mas por eu ter a iniciativa eu posso controlar e ver free cards quando me for conveniente

3- Eu deixo ela um pouco queimada pq 3betei e aumento a chance dela resolver me dar hero call ou fazer algum move (e aí posso trabalhar as apostas específicas para incitar essas coisas)

Por isso tudo achei que 3betar era a melhor opção e fiz tudo 2mil fichas.

O resto da mesa folda e ela nem pensa e dá call. O Pot agora tem umas 4800 fichas e eu tenho 43k pra trás

O Flop é T72r com uma carta de paus 

Ela mesa e nesse momento eu escolho mesar pq apesar de eu acertar uma broca, eu nesse board pretendo blefar uma vez só (já que eu até posso fazer uns Ace High da vida foldarem no turn, mas aí vou acabar tomando call do Tx e dos pares médios no turn também), e se eu aposto no flop é capaz de ela me pagar com Ace High em um misto de call pra tentar acertar e call torcendo pro Ace High ser bom, já no turn a frequencia desses calls diminui. Além disso eu tenho cartas que podem me ajudar e me dão muita equidade, como o 4, uma carta de paus que me abre um flush draw e posso tirar ela da mão no turn até com um raise se ela aposta em uma dessas cartas.

Além disso se eu meso e bate um 8 ou 6 provavelmente minha mão é boa e aí posso extrair valor com uma aposta no turn, já se eu aposto, ela paga e bate o 8 ou 6 não vou ter como saber se o 8 ou 6 é bom pra mim. 

Por isso tudo decide mesar.

Aí o turn vem um 4 que não abre flush draw nenhum, board T724r e eu tenho 86, logo tenho 2 pontas pra sequencia.

Ela mesa bem rápido e agora eu decido apostar, pq é mais dificil ela me dar call com Ace High e mesmo se ela me der, como ela não apostou turn ela não deve ter um par forte, então ainda posso tentar blefar ela no river se eu não acertar (percebam como a combinação de dois checks dela, um no flop e outro no turn faz com que ela não tenha uma mão forte e aí meu blefe fica mais preciso , desse jeito nunca vou apostar e encontrar um Tx aí no turn)

Aí eu aposto umas 2500 fichas e tomo insta call.

Aqui a mão fica interessante, o range que eu coloco ela para dar dois checks e me dar insta call no turn aí tem Pocket Pairs menores que o T (33, 55, 66, 88, 99) Straight Draws (98, 86, 65, J9), alguns Ace High fortes (AK, AQ e AJ) e pares médios (A7s, 97s, 87s, 76s). Então não é um range muito forte.

Aí bate o river , um 2 que não completa nada. Board T7242 E ela dá insta check.

Nesse momento o pot tem quase 10k fichas e eu preciso blefar para ganhar a mão. 

Tenho que pensar agora quais mãos ela pode foldar e qual o menor valor que eu devo fazer para fazer essas mãos foldarem, assim faço meu blefe ser mais eficiente, já que invisto menos para ganhar os mesmos 10k que tem no pot.

De cara sei que ela vai foldar os Ace High (AK, AQ e AJ), os straight draws (98, 86, 65, J9) e to na dúvida se ela folda 33, 55, 66. Os pares médios (7x) sei que ela não folda. 

Separo umas 3500 fichas que acho que é suficiente pra fazer ela foldar tudo que não é par e talvez o 33, 55 e 66, pensando que esse é o blefe mais eficiente. Aí alguns segundos antes de eu apostar ela fala “O que você apostar eu vou pagar”. Nesse momento eu descarto todos os airs do range dela já que ela nunca falaria isso com uma mão muito fraca, agora sobram os pares fracos e pares médios e me dá uma vontade de apostar tipo 15k fichas, mais de 150% do pot hehehe.

Aí penso um pouco, imagino a ownada que ia levar se tomo call desses pares fracos num bet de 15k fichas, lembro que ela tem muita ficha e mesmo esses 15k não vão comprometer muito o torneio dela, mas podem machucar bastante meu stack e acabo desistindo do blefe. Dou check e ela apresenta 55.

E digo uma coisa, pela postura dela acho que ela pagaria a aposta de 15k. 

Felizmente pra mim a falinha dela me salvou de perder umas 3500 fichas. Mas com certeza faria ela perder mais fichas se eu tivesse uma mão de valor. Já que aí eu ao invés de apostar tipo 5k por valor, apostaria uns 12k (e no meu range do jeito que foi jogada a mão eu poderia ter Tx, 99, 88 e pode ter certeza que eu apostaria essas mãos no river já que não coloco ela em nenhuma mão melhor que a minha praticamente.

Então ficam aí algumas lições dessa mão, é bom isolar jogadores mais fracos que você quando se está muito deep com mãos especulativas em posição, especule sempre sobre todas as possibilidades da mão e evite as falinhas pq elas dão muita informação para um adversário que pensa.

 

É isso aí, espero que vcs tenham gostado da análise e qualquer dúvida mande aí nos comentários que eu respondo.

Advertisements

18 comments

  1. Bem bacana este post Bueno! Show de bola, continue escrevendo assim. E queremos mais vídeos seus para o CTSuperPoker com essas suas análises. Abs!

  2. Mestre, muito boa a descrição da estratégia! É muito interessante perceber como analisamos diversos riscos em cada mão que nos envolvemos.

    Mas eu me pergunto, e se o Tell foi de propósito ?

    Não sou um jogador profissional e as vezes uso esse artifício, como por exemplo, fizr c-bet e levei um raise ou volta alta pós turn, olho para as fichas (sem ter nada). É sabido que na maior parte das vezes quando o jogador olha as fichas é porque pensa em usá-las e faço isso pra extrair info.

    Ela também pode extrair info da sua reação….se vc demonstrasse contentamento e apostasse, ela poderia fugir, uma vez que você não apostou ela sabia que não tinha trinca de 2, dois pares, nem top pair. Será que vc não transpareceu fraqueza (ou abriu margem para essa interpretação) e por isso ela deu esse tell ?

    Já ví alguns textos de profissionais com esse mesmo posicionamento, nada pós flop, apostar média de 50% pot pós turn e betar alto river….mas do ponto de vista de quem está de fora da estratégia montada, ainda mais com uma mesa dessas e apostas pré flop altas, pode parecer apenas fraqueza….além do que é raro montarem uma cama dessa tão bem a ponto de confundir adversário.

    Desculpa a folga de dar minha opinião assim, mesmo sabendo tão pouco. Gostaria de saber o que acha sobre a especulação dela ter dado o tell de propósito (Até pq vc é quem estava na mesa e conhece ela).

    De qualquer forma, obrigado pelo texto 🙂 Muito informativo.

    1. Então Bruno, muito legal seu comentário. Na minha experiência pouquissimas pessoas fazem tells propositais. Eu já tinha jogado uma mão com a Dona Conceição onde 4betei KK preflop, ai flop bateu AAx, eu mesei e ela apostou, senti ela tranquila e confiante demais e foldei o KK direto, e ela mostrou o A. Ela não parecia o tipo de jogadora que ia ligar pra fazer fake tell pra me pegar. De qualquer maneira o que eu acho mais importante na mão, mais até do que qualquer tell é a análise dela inteira, pq 3betar o 86s é melhor que pagar nessa situação, como manipulo o range dela com meu check no flop , como ela nunca tem Tx quando eu jogo assim. Com base nessa análise toda que dá pra chegar na conclusão do river, que é meio independente do tell dela, se ela não fala aquilo eu blefaria umas 3.5k fichas mesmo, ela me pagaria com os pares e foldaria os Airs, e seria uma jogada boa do mesmo jeito, mesmo eu perdendo contra aquele 55 especifico que ela tinha na mão.

      Abração velho!

  3. Fino d+ a mão comentada. Realmente é melhor isolar a mão, algumas vezes peco por dar apenas dar call com pares baixos e suitedconectors baixos o que acaba chamando muita gente pro pote e se não, me deixa sem saber fazer nas streets.
    Já no live eu não dou falinha, é um olho no bordo e outro no jogador, nem falo nada, sou completamente mudo e cara fechada.
    Finalmente entendi porque ela foi chamada de isildur3 na transmissão no superpoker, porque no QG do pessagno já tem a isildur2, a dona que faz a comida pra ele, então dona conceição foi apelidada de isildur3, até perguntei isso durante a transmissão e o vitão nao soube me responder.
    Agora a falinha dela ajudou d+ e pelo que parece, dona conceição não é de largar muitas mãos kkkkk, se algum dia vier a jogar contra ela, é check/check nos blefes e draw e pancada nos valores… claro, de modo bem amplo de se dizer, vou precisar de mais informações para chegar ao modo correto de jogar contra ela no dia.

    mas bem legal a analise bueno, precisamos de mais posts como esse pra abrir nossa mente em nossas jogadas no dia-a-dia !
    Valeu, espero + hein!!!

  4. Fala Bueno, beleza? Não sei se lembra de mim mas comecei um coaching com você mas acabei tendo uma mudança na minha vida e tive que parar mas to voltando pro poker com gosto de gás a cerca de quatro meses. Sou de São Paulo mas morava em Fortaleza e tive a oportunidade de vaias vezes jogar com a Dona Conceição. Essa jogada é cara dela e acho que em um earlystage ela paga no turn e river (se você betar por valor) até com um Ace forte (AK, AQ e AJ) seu review da mão tá sensacional parabéns e espero lhe ver em breve na visita que quero fazer ao QG.
    Abraço e parabéns

  5. Bueno. tenho assistido bastante, varias coisas relacionadas ao poker. estudado no intelliPoker, visto os videos do Pessagno. tudo que posso para aprender mais e mais.

    Mas queria deixar aqui um elogio. sua forma de explicar as coisas, pelo menos pra mim são tão claras como água. Parabéns

    se fosse possível financeiramente para mim. com certeza teria feedbacks com você. Excelente trabalho.

    a respeito da mão acredito que cada vez menos devemos “menosprezar” os tiozões. Estava assistindo ao Poker Night e vi no EPT10 barcelona que aquele tiozão dos cosméticos frances. o tal de Fahel (acho q é isto) não é nada bobo no jogo. Excelente mão.

    1. Muito obrigado pelas palavras Dernier, fico feliz demais em estar sendo útil pra tanta gente! Senta o braço aí que tem bastante fonte de aprendizado gratuita por aí, com garra e vontade da pra ir longe nesse jogo , abração!

  6. Eai bueno, beleza? Desde ja queria dizer que semprr acompanho o blog e curto bastante, sobre esse post, tev uma repercussao bacana aqui em Fortaleza, Dona Conceicao eh muito querida por aqui, ontem mesmo joguei cash com ela, e ela falou toda contente da postagem e se vangloriou nas palavras dela “que ganhou a mao do profissional” e ainda falou muito bem de vc que foi atencioso com ela, e parabens pela analise, so de ler esses posts ja agrega muito ao nosso poker e eh um grande aprendizado, parabens pelo blog

    1. Po cara! que legal, fico feliz que ela tenha gostado, diz que eu mandei um abraço pra ela!
      Jogar com ela na mesa é bem legal, ela interage bastante na mesa, dá falinha, enfim, tem a postura que tem que ter, sou mais a Dona Conceição do que qualquer moleque de óculos escuro e fone de ouvido!
      Espero trombar com ela mais vezes na mesa e quando eu aparecer em Fortaleza vou engatar nesse cash aí!

      Abração!

  7. Bueno, muito legal a sua análise, mostrando um ponto de vista muito interessante sobre a maneira de jogar essa mão. Eu tenho algum comentários sobre a sua forma de jogar a mão, pois discordei em alguns pontos. Gentileza avaliar e dar sua opinião, creio que essa discussão é muito sadia e nos ajuda a pensar a melhor o jogo:

    Após o 3-bet no pré-flop e o check behind no flop, você comenta que caso viesse um check no turn a tendência era a Dona Conceição não ter o T, e checar por valor pares baixos e Ax que ela pensasse ser bom. Aí vem as minhas dúvidas:

    – Você betando o turn e ela dando call, caso venha blanck no river você betaria de novo por blefe. Você não acha que vindo blanck ela pagaria novamente river com qualquer par e Ax, pois a situação nao mudou, fazendo seu blefe ser ruim? Tendo em vista que ela não pagaria turn com maos piores que Ax, como KQ,KJ, ou qualquer mão que não pagaria um bet novamente no river.

    – Além disso, voce checando flop dá a oportunidade de ser blefado no turn e river com mão que não acertaram, mas que viram no teu check uma fraqueza e oportunidade de mandar bala turn e river fazendo você foldar? (óbvio que sua mão não tinha valor nenhum, mas você checando dá a ação para a Vilão, que se for agressivo poderia jogar dessa maneira, pensando que você foldaria pares médios ou Ax que checaram por valor no flop. Com uma aposta no flop você ainda poderia ganhar uma free card no turn com a tendência do check do vilão turn).

    – Por quê você acha ruim seguir a linha de 3-barris, betando flop, turn e river, que penso eu ela largaria qualquer Ax e pares baixos ou médios que não trincaram? Desta menira você representa muita muita força, 3-betando pre flop do meio da mesa e mandando bala nos 3 barris.

    Um abraço e continue nos dando essa excelente oportunidade de aprender e discutir poquer.

    1. Então, a Dona Conceição é capaz de blefar, mas ela não blefa muito. Na mesa até aquele momento ela tinha blefado uma vez só, e jogado muito mais por valor.
      A idéia de dar o check é fazer um blefe mais eficiente.
      O seu erro nessa análise é achar que o blefe 3bet pf, bet flop, turn e river é o melhor só pq ele mostra mais força.
      Na verdade o melhor blefe é o que investe a quantidade de fichas certas para expulsar da mão o range certo. Na mão eu tenho 8high, então se eu consigo com um blefe mais barato tirar tudo que não é par médio pra cima já é uma jogada bem boa.

      E acho q nem a machadada ela larga top pair ou overpair nessa situação pra 3 balas minhas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s